O que minhas mãos podem revelar em uma entrevista de emprego?


O que minhas mãos podem revelar em uma entrevista de emprego?

Onde devo colocar as mãos? Para onde devo olhar? Como deve ser a minha postura corporal?

O psicólogo Albert Mehrabian, autor da clássica obra “ Silent Messages”, diz que a nossa comunicação pauta-se na seguinte equação: 7% da nossa comunicação está nas palavras, 38% está em nosso ritmo e timbre de voz e 55% está em nossa expressividade corporal.

Mas esses dados precisam ser analisados com cautela, pois se assim for, negligenciaríamos o conteúdo de nossa fala que pode colocar tudo a perder.

Quando experimentamos momentos de tensão, como em uma entrevista de emprego, é comum que o nosso corpo se comunique como se estivesse se defendendo de algo, de um ataque ou, até mesmo, do olhar de crítica do avaliador, afinal, quem se sente confortável sendo avaliado?

Então fica a dica: programe-se para ter uma comunicação consistente, ou seja, alinhe a sua fala a uma postura de confiança e credibilidade. De nada adianta dizer que conquistou x resultados, se a sua expressão corporal é de quem não consegue nem apanhar um objeto que caiu no chão.

Mãos comunicam verdade, por isso nada de colocá-las por baixo da mesa, no bolso, segurar os ombros com a mão, ficar esfregando uma na outra ou, a posição campeã de insegurança: cruzar os braços.

Então fica a dica: em uma entrevista de emprego, mantenha as mãos à mostra, em evidência e alinhada ao seu discurso.


Categorias