Nina Silva

Executiva em Tecnologia há mais de 20 anos, Especialista em Gestão de Negócios e Transformação Digital com atuação internacional. CEO e uma das fundadoras do Movimento Black Money e D´Black Bank, Nina é Empresária, Conselheira Administrativa e Consultiva, Colunista MIT Sloan Review, Presidente do Conselho Adminstrativo EQL, além de Influencer LinkedIn e SAP Influencer Market. 




Vídeos



 

 

 

Executiva em Tecnologia há mais de 20 anos, Especialista em Gestão de Negócios e Transformação Digital com atuação internacional. CEO e uma das fundadoras do Movimento Black Money e D´Black Bank, Nina é Empresária, Conselheira Administrativa e Consultiva, Colunista MIT Sloan Review, Presidente do Conselho Adminstrativo EQL, além de Influencer LinkedIn e SAP Influencer Market. 

Foi considerada um das 19 mulheres de 2019, pela UOL Universal; Uma das 20 mulheres mais poderosas do Brasil, pela Forbes; Uma das 100 pessoas afrodescendentes mais influentes do mundo abaixo de 40 anos, pela MIPAD (Most Influential People of African Descent). Entre outras premiações.

Apesar do interesse pelos números, Nina seguiu as sugestões da irmã e cursou Administração na Universidade Federal Fluminense. Teve seu primeiro contato com tecnologia no segundo ano da faculdade, em seu primeiro emprego. Ela foi convidada a integrar o time da empresa que trabalhava com o sistema ERP da SAP. A partir de então, aprofundou seus estudos, tirou a sua certificação e trilhou seu caminho dentro da tecnologia.

Além da tecnologia, Nina também também é palestrante e escritora. Como palestrante, já esteve presente em eventos como Social Good Brasil, Social Media Week e Campus Party Brasil. Também já foi jurada em Hackatons e Staturp Weekends. Como escritora, teve seu livro "InCorPoros – Nuances de Libido", que envolve literatura de raça e erotismo, lançado em 2018 no Centro Cultural Olido em São Paulo.

Atualmente é formada em Administração, gerente de projetos na ThoughtWorks, executiva de Tecnologia e responsável pelo Movimento Black Money.

O MBM (Movimento Black Money) tem por objetivo desenvolver o ecossistema afroempreendedor e assim estimular a inovação entre empreendedores e jovens negros. O Movimento busca criar e fortalecer uma rede que permita que pelo menos 30% do dinheiro gasto por pessoas negras circule dentro da comunidade ou vá para empresas de fato comprometidas com a inclusão racial. Para tanto, investe no letramento identitário e do mindset de inovação do ecossistema afroempreendedor e em comunicação, educação, novas mídias e networking.

Atualmente, um de seus principais frutos é a fintech D'Black Bank que visa fornecer crédito para empreendedores negros.

Temas de Palestras:

- Empoderamento
- Tecnologia
- Transformação Digital
- Gestão
- Empresarios
- Empreendedorismo
- Criatividade e Inovação
- Diversidade - Racismo - Genero

AT 08-21