Laís Souza

Laís Souza nasceu numa comunidade pobre do interior de SP, iniciou a ginástica artística aos 4 anos. Aos 10 anos foi morar no ABC Paulista; aos 12 anos convocada para seleção brasileira, indo morar em Curitiba; aos 14 anos participou do primeiro mundial nos EUA, o qual a equipe alcançou a melhor posição da história brasileira; aos 16 anos participou da primeira Olimpíadas em Atenas, novamente alcançando o melhor marco olímpico de equipe do Brasil. Aos 24 anos, alcançou o prestígio de concluir sua carreira de 4 olimpíadas e mais de 5 mundiais.




Vídeos



Laís Souza nasceu numa comunidade pobre do interior de SP, iniciou a ginástica artística aos 4 anos. Aos 10 anos foi morar no ABC Paulista; aos 12 anos convocada para seleção brasileira, indo morar em Curitiba; aos 14 anos participou do primeiro mundial nos EUA, o qual a equipe alcançou a melhor posição da história brasileira; aos 16 anos participou da primeira Olimpíadas em Atenas, novamente alcançando o melhor marco olímpico de equipe do Brasil. Aos 24 anos, alcançou o prestígio de concluir sua carreira de 4 olimpíadas e mais de 5 mundiais.

Aventurou-se em mais um desafio e com a disciplina e alma de atleta alcançou o patrocínio completo para dedicar-se ao ski aéreo, alcançou a excelência se classificando pra olímpiada de inverno em menos de 2 anos – literalmente, voando nos ares dando mortais. Uma semana antes da Olímpiada, esquiando de forma tranquila chocou-se numa árvore. No hospital lutou para sair do respirador, conseguiu. Lutou para retirar a traqueostomia, conseguiu. Lutou contra uma pneumonia num estágio bem frágil, conseguiu.

Após passar por cirurgia, Lais começou um longo tratamento para recuperar os movimentos. Ela se submeteu a um tratamento com células tronco pelo Miami Project to Cure Paralysis Projeto Miami para curar paralisia e tem apresentado alguma sensibilidade em partes dos pés e das pernas.

Apesar de significativa em relação ao seu quadro anterior, essa melhora ainda é muito discreta para que se possa fazer um prognóstico sobre o alcance da recuperação

Estou me reinventando mais uma vez e buscando uma nova profissão. Por tudo que passei e pela forma que encaro a vida, muitas pessoas me falam que passo uma imagem positiva e de superação. Fico feliz de poder ajudar outras pessoas a seguirem em frente! Tento passar isso em minhas palestras.  Lais Souza

Quero também incentivar outras crianças à prática do esporte que é uma importante ferramenta de inclusão. Quero que elas se superem também.  Lais Souza

Com boas conquistas nacionais e internacionais como júnior, Lais fez parte da seleção que disputou os Jogos Pan-americanos de Santo Domingo, nos quais conquistou o quarto lugar no salto e o terceiro por equipes.
No mesmo ano, participando do Campeonato Mundial de Anaheim, que serviria de classificação para os Jogos Olímpicos de Atenas, atingiu o oitavo lugar por equipes.

Laís Souza ficou em 5 lugar no Mundial da Alemanha 07 (equipe), 3 lugar no salto e 2 por equipe nos Jogos Pan Americanos - RJ 07, em Brasileiros foi 1 lugar por equipe e nas paralelas em 2007, 1 na trave e no salto, 2 no individual geral e 1 por equipe em 2004, 2 lugar por equipe e 1 nas paralelas em 2006, 1 por equipe em 2003 e 1 no solo em 2002.

Em Copas do Mundo ficou em 2 lugar no salto e 3 no solo em São Paulo 07, 2 lugar no solo e terceiro no salto na Rússia 06, 3 no solo e na trave na Alemanha 06, 1 no salto, 2 no solo na Alemanha em 2005, 3 no salto na Alemanha em 2004. Em 2012 foi bronze Copa do Mundo na Croácia. Participou de duas edições de Jogos Olímpicos (Atenas e Pequim).

Ela pensa em voltar ao esporte, a paixão de sua vida, a ginástica artística, ela continua acompanhando de perto e pretende estar na arquibancada dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro para transmitir aos amigos um pouco da força e da esperança que carrega em sua rotina de superação.

Por tudo que passei e pela forma que encaro a vida, muitas pessoas me falam que passo uma imagem positiva e de superação. Fico feliz de poder incentivar outras pessoas. Lais Souza

Temas de Palestras:

- Motivação
- Esportes
- Superação de Desafios / Mudanças
- Trabalho em Equipe / Disciplina
- Qualidade de Vida
- Resultados
- Competitividade
- Deficiência Física

AT 12-09