Pedro Guasti

São Paulo/SP
Veja o Perfil Completo

Pedro Guasti

Pedro tem mais de 25 anos de experiência na gestão de negócios digitais, Business Intelligence e IT, com foco nos últimos 20 anos em comércio eletrônico e empreendedorismo.


Vídeos



Artigos


A importância da liderança no sucesso do e-commerce
Como o Avanço Tecnológico Muda sua Vida
Minha experiência na visita ao novo Centro de Distribuição da Amazon em Barcelona

Minha experiência na visita ao novo Centro de Distribuição da Amazon em Barcelona


Participei esta semana em Barcelona de uma delegação internacional promovida pelo eCommerce Institute com representantes de câmaras setoriais de e-commerce de muitos países como Argentina, Brasil, Uruguai, Colômbia, México, Guatemala, Equador, Espanha, Holanda, Bélgica, Alemanha, Polônia e Rússia. Nesse evento representei a Camara-e.net como membro que sou desde 2002 e que gentilmente me convidou para este encontro. Aliás a Camara-e.net também é membro no Conselho de Comércio Eletrônico da FecomercioSP o qual presido desde 2013.

Desde a chegada no novo Centro de Distribuição (CD) da Amazon fomos surpreendidos com sua magnitude e imponência. São mais 25 milhões de produtos armazenados em 60 mil metros quadrados ou 56 campos de futebol espalhados numa bela região de Barcelona chamada El Prat de Llobregat, bem ao lado do aeroporto.

Este CD tem um pouco mais de um ano e consta com o que existe de mais moderno em termos de robótica e automatização mas mesmo assim exige trabalho humano de mais de 1.200 profissionais para os processos de operação, TI, manutenção, armazenamento, picking, packing e distribuição.

Começamos sendo recebidos pela representante da Amazon o qual nos guiaria dentro CD. Claro que desde o início fomos avisados que não poderíamos registrar a visita com fotos ou vídeos mas tentarei descrever essa incrível experiência através de palavras.

Estantes que “circulam” através de robots

Este CD da Amazon consta com mais de 1200 robots elétricos que se locomovem de forma automática carregando estantes com prateleiras e escaninhos de aproximadamente 2 metros de altura por 1 metro de largura contendo centenas de produto com dimensões e peso pré-determinados. Nessas estantes são armazenados os produtos por um profissional que escolhe o melhor local disponível e registra através de QR Code e códigos de barras a exata posição na prateleira e escaninho. Nas estantes são armazenados produtos diversificados porém os mais pesados, no máximo de 12 kg, são colocados nas prateleiras do meio para evitar o tombamento durante o transporte. Os robots são guiados através QR codes presentes no chão do CD e quando as baterias estão em baixo nível de carga, eles automaticamente vão para um posto de recarga.

Picking dos produtos

Em outra estação existem profissionais recebem em uma tela qual produto será coletado. Uma estante transportada por um robot se desloca automaticamente dentro do CD chegando a e esse profissional o qual recebe lê a informação na tela do sistema, qual produto deverá ser coletado, em qual prateleira e escaninho exato. Leitores de código de barras informam se o produto está correto sendo colocado juntamente com outros produtos já anteriormente coletados por ele numa bandeja que circulará por quilômetros de esteiras automáticas até o próximo ponto para ser embalado.

Packing dos produtos

Após circular por esteiras automatizadas os produtos já separados e coletados chegam em uma bandeja numa estação para serem embalados manualmente. Nesse local existe um profissional que manipula individualmente cada produto embalando-o e colocando-o na esteira que o levará para um local onde receberá uma etiqueta com os dados do consumidor. Nessa estação de trabalho existem diversos tipos de embalagens de papelão e fitas adesivas com tamanhos e formatos distintos que são usados pelos profissionais para embrulhar manualmente os produtos. O sistema indica ao operador qual a melhor opção de embalagem que registra o trabalho realizado através de leitor de código de barras para que o produto embalado siga em frente.

Colocação de Etiqueta nos produtos embalados

Durante o caminho dos produtos nas esteiras automatizadas existe um local com leitor de código de barras que identifica o produto e imprime em tempo real a etiqueta contendo nome e endereço do consumidor. Esta etiqueta é colada na embalagem através de um equipamento incrível que literalmente cola a etiqueta de forma automática sem encostar na embalagem para evitar dano ao produto existente em seu interior. A identificação do consumidor somente neste ponto garante a privacidade das compras realizadas. Detalhe, caso o consumidor tenha cancelado o pedido antes deste ponto, o sistema separa automaticamente este produto já embalado antes de receber a etiqueta para que possa retornar normalmente para as esteiras e ser vendido novamente.

Separação final das embalagens para os parceiros logísticos

Depois de caminhar outro longo percurso, a embalagem já etiquetada caminha automaticamente para o processo de separação sem antes porém de ser conferido se o peso da embalagem condiz com o produto comprado pelo consumidor. Tudo isso para garantir que o produto a ser entregue seja exatamente aquele comprado pelo cliente.

Grandes caixas de papelão do tamanho de uma grande geladeira vão recebendo os pacotes separadamente que literalmente caem da esteira e são destinadas aos operadores logísticos parceiros que já estão nas docas recebendo as grandes caixas cheias de pacotes que seguirão diretamente a casa do consumidor.

Todo esse fantástico processo descrito faz parte do processamento das compras feitas no Amazon Prime quando um consumidor compra apenas um produto por pedido num determinado peso e tamanho pré-definido. Outros processos como processamento de vários produtos num único pedido, com peso e tamanhos maiores que a bandeja que circula nas esteiras, são processados em outros locais do CD ou outros Centros de Distribuição.