Rodrigo Capella

São Paulo/SP
Veja o Perfil Completo

Rodrigo Capella

Jornalista, palestrante e Apresentador do Via Capella, Rodrigo Capella é Diretor Geral da empresa de comunicação e marketing com ampla experiência no segmento de agronegócio. Idealizador do projeto "Alertas do Agronegócio". Já ministrou palestras, cursos e treinamentos sobre comunicação digital, inovação, media training e marketing


Vídeos



Artigos


Agronegócio Digital
Como vender no agronegócio?
O Agronegócio e o Marketing de Experiência
Quais as reais prioridades do Ministério da Agricultura?

Como vender no agronegócio?


De forma insistente, o telefone tocou na Ação Estratégica – Comunicação e Marketing. Estávamos em uma reunião de pauta e tive que interrompê-la para atender.

Do outro lado da linha, uma voz com certa preocupação pediu para falar comigo. Em poucos minutos de conversa, percebi que esta preocupação também estava carregada de angústia.

O empresário tentava resumir a situação em poucas palavras:

- Pois é. Eu participo de eventos de agronegócio, exponho meu trabalho, faço folhetos, faço demonstração do produto, faço tudo. Mas, não consigo vender. Queria saber: o que acontece? A economia está ruim?

É incrível como as pessoas tendem a culpar o cenário econômico, praticamente colocando uma venda nas oportunidades.

Após ouvir a explicação, perguntei, enfaticamente:

- Você tem resultados comprovados do seu produto?

A voz do outro lado tremeu. O que era angústia e preocupação tornou-se um grande, grande incômodo.

- Não, eu não consegui vender. Por isso, não tenho resultados.

Tentei ajudar:

- Sem resultados comprovados, você dificilmente venderá. Em agronegócio, esse tipo de comprovação é fundamental. Sugiro fazer parcerias com universidades, com produtores rurais. Esse é o marketing inicial, o marketing de apresentação de resultados. Sem ele não se pode pensar em outras estratégias ou ferramentas de divulgação.

Ouvi um agradecimento. Mas, confesso que não sei o quanto consegui ajudar. É bem provável que a pessoa que me ligou insista em investir em mais participação de eventos, mais folhetos, mais demonstrações.

Talvez nunca faça uma parceria com universidades ou com produtores rurais. Talvez consiga convencer alguém a comprar seu produto. Ou talvez já tenha fechado a empresa. Em agronegócio, quando não temos resultados comprovados, dependemos muito da sorte. E a sorte pode ser muito traiçoeira.