Bruno Gagliasso



Bruno Gagliasso

Bruno Gagliasso Marques é ator, começou a carreira ainda criança, em 1990, fazendo figuração em novelas da Rede Globo.




Vídeos


Bruno Gagliasso Marques é ator, começou a carreira ainda criança, em 1990, fazendo figuração em novelas da Rede Globo.

Em 1999 participou do episódio "Papai é Gay!", do programa Você Decide.

No ano seguinte, transferiu-se para o SBT, onde despontou em sua primeira atuação mais expressiva em uma novela, quando participou de Chiquititas.

Em 2001 assinou contrato com a Globo, emissora pela qual permanece contratado até os dias atuais, para integrar o elenco da novela As Filhas da Mãe, como Artur, filho da personagem Rosalva, de Regina Casé.

Em 2003 interpretou o jovem Caetano, da minissérie A Casa das Sete Mulheres, personagem que existiu na vida real e era filho de Bento Gonçalves, herói da Revolução Farroupilha, que na produção foi vivido por Werner Schünemann.

Seu desempenho chamou a atenção dos diretores do canal e lhe rendeu um papel de destaque na novela Celebridade.

Com esse trabalho, firmou-se ainda mais na profissão e consagrou-se como um dos principais nomes da Globo, recebendo muitos elogios da crítica especializada.

Posteriormente, encarnou o engraçado e estabanado garoto do interior Ricardo, no remake de Sinhá Moça.

Na trama, seu personagem era famoso por envolver-se em confusões amorosas. Após sustentar uma paixão platônica pela misteriosa Ana do Véu (Isis Valverde), derrete-se de amores pela Baronesa de Araruna, interpretada pela atriz Patrícia Pillar.

Já em 2011, na novela das seis Cordel Encantado interpretou o perverso coronel Timóteo, o antagonista central da trama.

Em 2013, protagonizou o filme Mato sem Cachorro ao lado de Leandra Leal e a novela Joia Rara junto com Bianca Bin. A trama de Thelma Guedes e Duca Rachid ganhou o Emmy Internacional de melhor novela.

Em 2014, o ator foi convidado para protagonizar o seriado de Glória Perez, Dupla Identidade, em que interpretou o serial killer, Edu.

Em 2015 pôde ser visto em Babilônia no "horário das nove", no papel do grande vilão traficante e cafetão Murilo.

No ano seguinte, foi cotado para a série Supermax, mas acabou deixando o elenco meses depois por gerar conflitos em sua agenda profissional. Em 2006 fez o Mario em Sol Nascente.

Em 2017 fez Cidade Proibida, em 2018 fez Tá no Ar: a TV na TV!.

Venceu os Prêmios de Melhor Ator Coadjuvante nas novelas America, Sinhá Moça, Paraíso Tropical, Caminho das Índias, Passione.

Como melhor ator venceu na novela Cordel Encantado e Dupla Identidade.

Tipos de Trabalho:

- Mestre de Cerimônias
- Presença Vip
- Celebridades / Atores